Uma das dificuldades dos gestores escolares é enxergar as deficiências da Gestão Escolar das suas próprias instituições. São muitos obstáculos em várias áreas: Pedagógica, Administrativa, Financeira, de Pessoas, Marketing, e em todas elas existe a busca por otimização de tempo e digitalização de processos.

Neste conteúdo, vamos ressaltar uma metodologia que pode ser considerada uma das mais importantes como desafio atual do setor: autoavaliação para aprimoramento do trabalho.

Saiba mais baixando o e-book grátis: Como a Escola Colibri diminuiu a inadimplência em 50% com o sistema iScholar

O que o iScholar pode oferecer para melhorar a gestão da sua escola?

Leia e descubra como fazer o Raio-x da sua escola!

Os 5 maiores desafios da gestão escolar

Para começar, precisamos entender que, no Brasil, as escolas tanto de Ensino Infantil, quanto Fundamental e Médio estão passando por um período de rápidas transformações. Essas transformações podem ser relacionadas com: qualidade pedagógica frente à comunidade escolar, segurança na escola, sustentabilidade, diminuição da inadimplência, retenção e impedimento de evasão de alunos, e até relacionamento com pais e alunos.

O gestor escolar precisa entender que, para lidar com isso, deve estar atento a cinco áreas que podem apresentar desafios na hora da tomada de decisão:

Desafio 1: Monitoramento da comunidade escolar

– Aqui, devemos refletir como está a preocupação com o Ensino, considerando o surgimento de novas metodologias e introdução de tecnologias na sala de aula.
– O que também deve ser considerado é a forma de mensurar o desempenho e a satisfação dos alunos perante as mudanças.

Desafio 2: Atualização constante

– Cabe ao gestor escolar o direcionamento e incentivo aos professores para que busquem referências em outras instituições e para que estejam atentos ao seu próprio desenvolvimento como profissionais.

Desafio 3: Desempenho financeiro

– Todas as decisões administrativas tomadas em diversas instituições privadas, devem ter como primeiro foco a captação de alunos, rematrículas e índice de inadimplência. O obstáculo aqui está em conseguir manter o caixa saudável.

Desafio 4: Gestão da comunicação

– A comunicação escolar exige que todos os desafios anteriores sejam resolvidos, e pode ser considerado o maior, porque pode levar um gestor a ter problemas dentro da escola. A comunicação entre colaboradores, professores, gestores, pais e alunos deve fluir naturalmente, utilizando uma linguagem e uma abordagem específica para cada público.

Desafio 5: Captação de novos alunos

– Mais do que só convencer crianças e adolescentes a estudarem num local, é preciso atender as exigências dos pais. Cada vez mais informados e criteriosos, buscam segurança, qualidade e um bom relacionamento.

Pode ser que você já tenha se identificado com esses desafios, porém, é preciso entender como você anda lidando e resolvendo esses e outros, na prática.

Como fazer o Raio-X da gestão escolar?

O autoconhecimento é extremamente importante para que decisões sejam tomadas de forma rápida e inteligente. Existem vários estilos de gestores, mas agora você vai nos dizer quais traços têm mais a ver com você, completando um modelo que seja parecido com a tabela abaixo:


Pontos Fortes

(melhores qualidades)

Pontos Fracos

(pontos de melhoria)

Necessidades

(do que eu preciso)

Desafios

(o que eu e a minha equipe precisamos resolver)


Essa tabela pode ser impressa e nela você deve listar, com cuidado, quais são as suas 10 melhores características profissionais. Para diminuir o nível de dificuldade nesta etapa, chame os seus 3 colegas de trabalho mais próximos da sua rotina. Não exatamente serão as pessoas com quem você tem mais afinidade, mas as que mais convivem com você, independentemente do grau hierárquico. Quando terminar, risque 7 características e deixe as 3 que foram colocadas unanimemente pelos profissionais do seu dia a dia escolar.

Ao chegar aos pontos de melhoria, faça o mesmo exercício. Tente refletir sobre as possíveis mudanças que precisa fazer e qual o tempo para executá-las. Escolha 10 e risque 7 que são menos importantes. Vamos focar em 3!

Essas mudanças devem ser listadas na linha de Necessidades. Além de recolher dados dos seus colegas, pergunte-se: o que eu devo realmente fazer para que o ambiente, a minha relação com toda a comunidade escolar e o meu desempenho melhorem?

Nos desafios, cite coisas que estejam presentes no seu ambiente externo e que dependem de outras pessoas ou processos para serem solucionadas. Utilize o item anterior do texto para refletir sobre eles e inseri-los na tabela, de acordo com o nível de prioridade.

Sempre deixe os três principais itens em cada linha, como no exemplo a seguir:


Pontos Fortes

Organização

Boa comunicação

Empatia

Pontos Fracos

Demora na execução de tarefas simples

Dificuldade para aprender sobre novas tecnologias

Falta de liderança de professores


Guarde o papel impresso com a tabela, as características colocadas e riscadas e as que prevaleceram. Você vai fazer a mesma reflexão a cada três meses.

Parece um exercício muito simples, mas, com ele, você consegue responder 4 perguntas de forma muito fácil:

  1. Como eu sou desempenhando a função de gestor escolar?
  2. Como a empresa me vê quando eu tomo decisões neste cargo?
  3. Quais são as maiores necessidades da comunidade escolar?
  4. E quais os desafios que eu posso resolver sozinho e em conjunto?

Esse raio-x deve ser feito, sim, trimestralmente e ajudará de forma rápida e eficaz na tomada de decisão. Se preferir, crie perguntas, como no exemplo abaixo, para que a sua equipe direta te ajude a responder.

Fique à vontade para fazer essa autoavaliação da forma que achar mais adequada. Depois desse conteúdo, achamos que você pode ter o interesse de ler também.