Um dos grandes desafios que gestores e educadores enfrentam hoje em dia é o de garantir que os alunos estejam sempre atentos ao que acontece em sala de aula. Com o avanço notável da tecnologia, eles já nasceram, de certa forma, conectados e inseridos em um mundo em que a grande maioria está online. Por mais que isso pareça algo negativo, saber lidar com tal avanço pode ser a chave para conquistar a atenção desses alunos. E, pensando justamente nisso, hoje compartilharemos 4 dicas tecnológicas para um ensino mais atrativo.

Vale lembrar que, além de tornar o ensino mais envolvente para os alunos, a tecnologia também tem a função de facilitar a vida dos gestores e educadores das mais diversas instituições de ensino, pois possibilita que as tarefas sejam automatizadas e otimiza o tempo que é investido no aluno e em sua educação, proporcionando mais disponibilidade para a preparação de aulas que sejam enriquecedoras.

Vamos lá? Esperamos que nossas dicas tecnológicas para um ensino mais
atrativo auxiliem-no bastante em sua gestão e melhorem consideravelmente o
rendimento obtido em suas aulas!

Veja também: O que deve ser acompanhado no desempenho escolar

1 – Aposte na aprendizagem adaptativa

A aprendizagem adaptativa (ou adaptive learning) é aquela que conta com sistemas inteligentes para disponibilizar uma aprendizagem personalizada de acordo com as necessidades e dificuldades de cada aluno. Para isso, utiliza o computador como instrutor, promovendo mediação de aprendizagem e interações de ensino.

À medida que o aluno demonstra que já aprendeu determinado conteúdo, a plataforma de ensino adaptativo entende a informação e conclui o aprendizado sobre aquele tema. Caso o aluno mostre, por meio de seus erros, que ainda não entendeu o assunto, a plataforma o ajuda ao sugerir opções extras como vídeos, animações e textos sobre o tema, permitindo que ele compreenda o conteúdo em sua totalidade.

2 – Procure usar a tecnologia como um complemento da aprendizagem tradicional

É preciso enxergar a tecnologia como uma aliada para complementar o aprendizado que acontece em sala de aula, tanto em relação aos livros didáticos quanto ao desenvolvimento pessoal. Assim como já citamos, a geração de alunos atual tem um contato muito maior com a tecnologia, por isso é necessário redobrar o cuidado para que o desenvolvimento de habilidades interpessoais não sofra com o tempo excessivo que os alunos permanecem online.

3 – Adote a dinâmica da gamificação

A gamificação é considerada uma nova tendência graças ao crescente uso da internet dentro das salas de aula. Estamos falando de uma estratégia que promove interação e aumenta o interesse dos alunos, possibilitando que o ensino se torne mais atrativo. Além disso, ela busca potencializar os benefícios dos jogos na educação, usando-os como uma maneira complementar de melhorar o desempenho do aluno na escola.

Por meio dos jogos, ambientes interativos são desenvolvidos, abrindo espaço para que crianças, adolescentes e jovens aprendam de um jeito mais natural e divertido. Obviamente, por estarem bem mais engajados e participativos, a gamificação também possibilita que a dispersão seja combatida e a falta de interesse dos alunos seja diminuída, o que consequentemente aumenta a taxa de aprovação.

4 – Invista no mobile learning para estar presente em ambientes que vão além da escola

Caso você ainda não conheça o termo, o mobile learning é basicamente utilizar seu laptop, tablet ou smartphone na aprendizagem. Tais dispositivos estão presentes em praticamente todas as casas brasileiras atualmente e fazem parte inclusive do dia a dia das crianças. Então, o intuito é que eles passem de ferramentas destinadas ao lazer para ferramentas essenciais nos estudos e trabalho.

O grande objetivo do mobile learning é tornar a educação mais envolvente, possibilitando que os alunos tenham um maior engajamento com os conteúdos e que aprendam não somente no ambiente escolar, mas fora dele, seja por meio de e-books, videoaulas, cursos, aplicativos e até mesmo redes sociais acadêmicas. Além disso, ele também permite que a educação seja levada a locais de difícil acesso, por exemplo.

Para conquistar um ensino mais atrativo, opte por um sistema de gestão escolar

Após conferir as nossas dicas tecnológicas para um ensino mais atrativo, talvez você esteja se perguntando como se organizar o suficiente para colocar tudo o que mencionamos em prática. Para otimizar o tempo gasto na gestão da sua instituição de ensino, opte pelo iScholar, um sistema de gestão escolar que, além de reduzir a inadimplência, otimiza seu tempo nas rotinas escolares.

Assim, fica muito mais fácil ter tempo disponível para implantar na sua escola as melhores táticas para fazer com que o ensino se torne mais atrativo.

Baixe o e-book “Transformação digital e Educação:
uma combinação que deu certo”.

Para finalizar, indique estas dicas tecnológicas para um ensino mais atrativo para seus amigos próximos ou gestores que atuam na área e auxilie-os a transformar o ambiente escolar por meio da tecnologia.

Ah, siga-nos em nossas redes sociais:

Facebook: /SistemaiScholar
Instagram: @sistemaischolar

Até a próxima!